fbpx

Todos os seres humanos tem um desejo em comum:Ser Feliz! Porém apenas um por cento ê totalmente feliz e noventa e nove por cento se divide em satisfeitos, pouco satisfeitos e nada satisfeitos. E você? Em que categoria de ser humano você está? Você sabe o porquê? Quando isso que você sabe sobre você, foi determinado e quem determinou e porquê foi determinado? Isso parece estranho pra você? Pois saiba que se você não tem conhecimento da origem de tudo o que ocorrem em sua  vida, você não está consciente o tempo todo e por isso não está conseguindo alcançar o seu objetivo. Hoje, se não estamos conscientes do que nos priva , é porque estamos presos a alguma experiência que tivemos no passado e não sabemos identificar qual é, em que momento e porque ela nos impede de seguir pensando como queremos hoje, no presente e isso impede de construirmos agora o nosso futuro. E isso ocorre porque nosso cérebro, esse órgão maravilhoso e poderoso, não sabe distinguir o que é real do imaginário e quando nos lembramos de coisas do passado tanto boas como ruins, para ele parece que é tudo no presente que está acontecendo e assim a pessoa que não vive consciente dessa sua natureza é que tem dificuldade de progredir. Nossas memórias parecem inofensivas, mas não são. Elas são responsáveis, na maior parte do tempo, de nos impedir de seguir adiante com aquele projeto que desejamos tirar do papel, do relacionamento amoroso novo que queremos começar, do limite de dinheiro que determinamos que entrará em nossa vida, enfim de tudo o que nos limita. O motivo de nossas memórias servirem como barreiras dos nossos projetos, sonhos e desejos, é que nas memórias sempre buscamos, inconscientemente o que deu errado, para que sejamos protegidos daquele mesmo erro, daquela mesma frustracão, daquele mesmo trauma, daquela mesma fobia, daquela mesma depressão. Raramente nos lembramos de coisas boas, como motivadores dos nossos projetos, sonhos, desejos. E sabe por quê? Porque o cérebro humano é responsável por manter o corpo que o sustenta, em pé, com energia para fugir de qualquer coisa que o ameasse morrer. Isso é muito bom porque é assim que ele nos alerta de que temos de parar antes de atravessar a rua porque há um carro vindo na avenida, que o fogo queima e que não devemos colocar a mão nele, que se ficarmos muito tempo debaixo dagua morreremos afogados, porém problema nisso é o fato de que quando ele recorre às nossas memórias para nos alertar de algum perigo, ele nos faz reviver tudo e nos faz acreditar que é real, para nos convencer de que temos que ter cuidado com o risco que corremos se fizermos o que estamos lembrando, novamente. E isso faz com que envolvida na memória a pessoa não se dê conta de que aquilo que aconteceu não está acontecendo na realidade, no aqui e agora e isso faz com que ela se torne descrente da alegria e satisfação do momemto e  perca a esperança no futuro. E assim ela não sabe o que é sentir gratidão pela vida maravilhosa que pulsa em suas veias, pelas suas conquistas e vitórias. Com base em tudo o que vimos é importante nos acalmar parando de pensar no passado para quempossamos viver o agora satisfeitos com nosso planejamento para o futuro. Saúde a Todos!


PsicoMed no Facebook
0

Artigos relacionados

Siga as Redes Sociais!

Uma plataforma que conecta psicólogos e pacientes, possibilitando atendimentos online e presenciais.

© PsicoMed Doctor Psi, LLC. All rights reserved.

Curta nossa página

Tire dúvidas por WhatsApp
Whatsapp
Whatsapp

Especialidades

Algumas Cidades


PsicoMed no Facebook

Login

Whatsapp
Whatsapp