Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é um transtorno de ansiedade caracterizado pela presença de obsessões e compulsões. As obsessões são pensamentos intrusivos e recorrentes que geram ansiedade e angústia. As compulsões são comportamentos repetitivos realizados para aliviar a ansiedade causada pelas obsessões.

Uma das características mais marcantes do TOC é a necessidade de estar no controle. As pessoas com TOC sentem a necessidade de controlar tudo ao seu redor para evitar que algo ruim aconteça. Essa necessidade de controle pode levar a comportamentos compulsivos, como a verificação excessiva e a repetição de tarefas.

A verificação excessiva é um comportamento comum em pessoas com TOC. Elas sentem a necessidade de verificar se as portas estão trancadas, se os aparelhos estão desligados, se as luzes estão apagadas e assim por diante. Esse comportamento pode levar a atrasos na rotina diária, além de causar ansiedade e angústia.

A repetição de tarefas é outro comportamento compulsivo comum em pessoas com TOC. Elas sentem a necessidade de repetir as mesmas tarefas várias vezes para ter certeza de que estão bem-feitas. Esse comportamento também pode levar a atrasos na rotina diária e causar ansiedade e angústia.

A necessidade de estar no controle é uma das razões pelas quais o TOC pode ser tão debilitante. As pessoas com TOC sentem que não podem relaxar ou aproveitar a vida porque estão sempre preocupadas com algo que está fora de seu controle. Elas se sentem presas em um ciclo interminável de obsessões e compulsões.

É importante que as pessoas com TOC busquem tratamento para lidar com seus sintomas. O tratamento pode incluir terapia cognitivo-comportamental, medicação ou uma combinação dos dois. A terapia cognitivo-comportamental é uma forma de terapia que ajuda as pessoas a identificar e mudar padrões de pensamento e comportamento que contribuem para o TOC.

Além disso, é importante que as pessoas com TOC saibam que não estão sozinhas. O TOC é um transtorno comum, que afeta cerca de 1 a 2% da população. Com tratamento adequado, muitas pessoas com TOC conseguem reduzir seus sintomas e ter uma vida plena e satisfatória.

Em resumo, a necessidade de estar no controle é uma característica comum em pessoas com TOC. Esse comportamento pode levar a comportamentos compulsivos, como a verificação excessiva e a repetição de tarefas. É importante que as pessoas com TOC busquem tratamento para lidar com seus sintomas e saibam que não estão sozinhas. Com tratamento adequado, muitas pessoas com TOC conseguem reduzir seus sintomas e ter uma vida plena e satisfatória.

Obsessões e compulsões

Obsessões são pensamentos, imagens ou impulsos involuntários que ocorrem repetidas vezes em sua mente mesmo que você não as queira, infelizmente não pode detê-las.

Já as compulsões são comportamentos ou rituais que você se sente forçado a repetir. Normalmente, compulsões são realizadas na tentativa de fazer com que as obsessões desapareçam.

Por exemplo, se você tem medo de contaminação, pode desenvolver rituais de limpeza elaborados. Porém, a sensação de alívio é apenas passageira.

De fato, os pensamentos obsessivos geralmente voltam mais fortes. E os rituais e comportamentos compulsivos acabam causando ansiedade, à medida que se tornam mais exigentes e demorados.
A maioria das pessoas com TOC se enquadra em uma das seguintes categorias:

Imaculados: têm extremo medo de contaminação. Geralmente possuem compulsões de limpeza ou lavagem das mãos.
Prevenidos: checam repetitivamente coisas como forno desligado e porta trancada, as quais associam a dano ou perigo.
Desconfiados: temem que, se tudo não for perfeito ou feito corretamente, algo terrível aconteça, ou que serão punidos.
Medidores: são obcecados por ordem e simetria. Podem apresentar superstições sobre certos números, cores ou arranjos.
Acumuladores: temem que algo de ruim aconteça se jogarem alguma coisa fora. Assim, compulsivamente, acumulam coisas que não precisam ou usam.

A necessidade de controle
Nós humanos possuímos uma necessidade natural de estar no controle da situação, seja ela qual for. Pois, a sensação de controle nos traz a tranquilidade de que sabemos o que virá a seguir.

No entanto, tão certa quanto a nossa necessidade de controle, é a imprevisibilidade da vida. Podemos tomar todas as precauções possíveis, sermos cautelosos e vigilantes, mas nada disso impede que o imprevisível nos visite.

As pessoas com transtorno obsessivo-compulsivo acham mais difícil aceitar as realidades da inesperadas que podem ocorrem no cotidiano, pois, o controle está na raiz desse transtorno.

Em outras palavras, o indivíduo com TOC, acredita que seguindo determinados padrões de comportamento, por mais complexos ou irracionais que sejam, conseguirá controlar o futuro.

E é aqui que um profissional da Psicologia se faz fundamental. Uma vez que, um psicólogo está apto para acolher esse indivíduo, tratá-lo apropriadamente, sempre visando devolver a qualidade de vida comprometida pelo TOC.

Dicas para lidar com o Transtorno Obsessivo Compulsivo

Observe e identifique os pensamentos angustiantes e obsessivos sem julgá-los. Não discuta com esses pensamentos e nem tente encontrar uma explicação racional para eles.
Seja gentil com a sua mente, procure reorientar seu pensamento se concentrando no agora.
Junte-se a um grupo de apoio. Estender a mão a outras pessoas que enfrentam desafios semelhantes pode fornecer apoio e ajudá-lo a lidar com os desafios.
Explore formas saudáveis de canalizar sua energia, como hobbies e atividades recreativas.
Faça atividade física, técnicas de relaxamento, meditação e até mesmo a yoga, por exemplo. A prática regular da yoga reduzi a ansiedade e preocupação, juntamente com os pensamentos obsessivos trazidos pelo TOC.
Não abandone suas atividades regulares. Vá ao trabalho, passe tempo com a família e amigos. É importante não deixar que o TOC domine a sua vida.
Terapia: se você continuar lutando e não melhorar, procure ajuda profissional.

Aconselhamento e terapia, com medicamentos adequados, quando necessário, podem ser altamente eficazes em todas as formas de transtorno obsessivo-compulsivo.
Tratamento para TOC

O tratamento mais comum para o TOC inclui:

Psicoterapia, para mudar a forma que seu pensamento se comporta e reduzir a ansiedade – geralmente se indica a Terapia Comportamental ou Terapia Cognitivo Comportamental: alguns psicólogos do consultório atuam nessa abordagem.

Medicação, a fim de controlar os sintomas: prescrito por um médico psiquiatra (se você não tem ou não conhece nenhum psiquiatra, peça ajuda ao seu psicólogo para lhe orientar a encontrar algum).

Deixe uma resposta

Redes Sociais!

Uma plataforma que conecta psicólogos e pacientes, possibilitando atendimentos online e presenciais.

© PsicoMed Doctor Psi, LLC. All rights reserved.

Fale com o atendimento
Whatsapp
Whatsapp

Olá, visitante

Entre em sua conta

Ainda não tem cadastro? Abra conta grátis

Olá, visitante

Você tem interesse em um
orçamento de consulta

Receba grátis o contato com o valor
personalizado para a sua consulta hoje mesmo!

Form Apoiar

Olá, visitante

Olá, visitante

Editar Perfil

Ver Perfil Profissional, Editar, Inserir fotos

Chats

Mensagens de chats com pacientes

Notificações

Estatísticas de acesso de visitantes

Feed de Notícias

Posts na timeline dos pacientes

Publicar no Blog

Aumente o alcance de seu perfil

Painel Encaminha

Lista de encaminhamentos

Painel Ads

Gerenciamento de anúncios no Google

Plano Premium

Seu perfil em destaque na plataforma

Painel Financeiro

Sua conta Premium

Minha Conta

Gerenciar conta, alterar senha