fbpx

Gottman e Silver realizaram um importante trabalho com casais, e no livro Sete Princípios para o Casamento dar Certo, no capítulo “Como fazer um prognóstico de divórcio”, descrevem 4 sinais alarmantes:

  1. Abordagem Ríspida: quando uma discussão inicia com abordagem ríspida, certamente terminará em tom negativo.
  2. Saturação: quando a negatividade atinge significativa intensidade, levando ao distanciamento e a desvinculação.
  3. Linguagem corporal: percebida diretamente no corpo, com todas as sensações físicas da saturação, avisando que a discussão mantida em alto nível de estresse, será contraproducente.
  4. Os quatro cavaleiros: descrevem 4 indicativos que “se forem permitidos correr à solta, são tão mortíferos para o relacionamento que os denominei de Quatro Cavaleiros do Apocalise” (p. 39):
  • crítica: ataque a personalidade ou o caráter de alguém, e não só um comportamento específico. Envolve culpar o outro, fazer um ataque pessoal ou acusação. Começam, em geral, com a palavra você. Um sinal de alerta da passagem da queixa para a crítica é quando se usam expressões do tipo você nunca ou você sempre. Diferentemente, a queixa é a expressão de um sentimento (raiva, angústia, descontentamento, desacordo). Mesmo não sendo agradável, é desejável num casamento saudável, fortalecendo-o em longo prazo. Não culpa alguém e é expressão direta da insatisfação com uma situação em particular. Normalmente, começa com a palavra eu.
  • desprezo: o que separa desprezo da crítica é a intenção de insultar e agredir psicologicamente o parceiro. É estimulado por pensamentos negativos sobre o parceiro. Alguns indícios são o uso de insultos e xingamentos, humor hostil, zombarias e linguagem corporal. Um meio de neutraliza-lo é parar de ver as brigas como forma de retaliar ou exibir postura moral superior. Em vez disso, é melhor abordar o cônjuge com queixas precisas e expressar dose de admiração (oposto do desprezo).
  • atitude defensiva: a vítima não vê nada de errado em sua atitude defensiva. Alguns sinais do seu uso são a negação de responsabilidade, dar desculpas, discordar com leitura mental negativa, queixas cruzadas, homem-borracha/mulher borracha (bate e volta), sim-porém, síndrome da repetição, modelo choramingas, linguagem corporal (p. 85). O principal problema da defensividade é impedir a comunicação, pois em vez de entender o ponto de vista do outro, o defensivo passa a discussão inteira se defendendo. Nada se resolve, e o problema continua aumentando. Uma saída para romper essa barreira é deixar de considerar as palavras do parceiro como um ataque.
  • bloqueio de comunicação: é o silencio sepulcral de quem aparentemente quer se manter neutra numa discussão ou desentendimento. Não perceber o seu uso é um ato radical, que transmite desaprovação, distanciamento, indiferença e desdém. Seus sinais vão desde a não demonstrar reação quando são contrariados, resmungar monossílabos, mudar rapidamente de assunto, ou se afastar fisicamente do confronto. Se um cônjuge se recusa habitualmente a se comunicar quando surge um problema, é difícil salvar um casamento. É muito melhor ficar lá, até para dizer que sente vontade de fugir, do que realmente agir levada pela emoção.

Os 4 cavaleiros criam um ciclo contínuo de discórdia e negatividade difícil de se romper quando não se entende o que está acontecendo. Existem, no entanto, mecanismos de reparação (modos de melhorar as coisas). Em casamentos oprimidos pela negatividade, a resposta aos mecanismos de reparação são mais declarações negativas. Tipos diferentes de reparação são usados por diferentes casais. Via de regra, envolvem comentários sobre o que está acontecendo na interação, ou recordam o amor que sentem um pelo outro, apesar dos conflitos, ou frases apaziguadoras. Tão importante quanto emitir respostas de reparação, é ouvir essas mensagens positivas além da voz dos parceiros, e responder à elas, e não à superfície amarga.


PsicoMed no Facebook
0

Artigos relacionados

Siga as Redes Sociais!

Uma plataforma que conecta psicólogos e pacientes, possibilitando atendimentos online e presenciais.

© PsicoMed Doctor Psi, LLC. All rights reserved.

Curta nossa página

Tire dúvidas por WhatsApp
Whatsapp
Whatsapp

Especialidades

Algumas Cidades


PsicoMed no Facebook

Login

Whatsapp
Whatsapp