Que satisfação publicar um texto em um dia expressamente simbólico e cheio de significados para nós Mulheres.

Não porque acredite que o dia da mulher é só nos dias 8 de Março de cada ano, mas pela oportunidade de termos um dia para relembrar este marco na História Mundial.

O dia 8 de Março é reconhecido internacionalmente como o “Dia da Mulher”, aquela que séculos atrás, assim como nos dias de hoje, reivindicou seus direitos trabalhistas, o respeito, o reconhecimento e o seu espaço dentro de uma sociedade patriarcal, além da luta pelo fim do trabalho infantil, que era bastante comum na época da Revolução Industrial.

Muitos avanços e conquistas as mulheres já tiveram desde que esta luta iniciou na metade do século XIX nos Estados Unidos e Europa, mas ainda tem muito que avançar. Dia da Mulher

Este dia não deve ser apenas um dia para presentear a mulher, parabeniza-la por suas conquistas perante a sociedade, por seu esforço diário e por todos os papéis que ela desempenha em sua vida particular e social.

Mas sim, deve ser um dia em que a sociedade pare para discutir as discriminações e preconceitos na ocupação de cargos nas empresas, nas diferenças salariais (que ainda existem), sobre a violência moral, sexual, financeira e psicológica que muitas mulheres sofrem diariamente, e além disso, que seja um dia para se pensar sobre a saúde mental da mulher.

O tempo passou e a mulher moderna ou contemporânea está aí representada ao seu lado no seu local de trabalho, dentro do ônibus, no carro da frente, na rua… Dia da Mulher

É aquela que desenvolve várias funções concomitantes: Ela é mãe, filha, esposa, dona de casa, profissional, estudante, motorista, educadora, e claro, mulher!

Mulher com toda a sua amorosidade, perseverança e cuidado com tudo e todos, com seu jeito peculiar de enxergar a vida e as pessoas ao seu redor.
Mas me pergunto até que ponto ser uma mulher tão versátil e tão moderna é um fator tão benéfico para a sua saúde física, emocional e psicológica?
Por um lado, temos a emancipação feminina e por outro o acúmulo de muitas funções diárias, como resultado de sua afirmação social.

Existem muitas mulheres que tem grande apoio de seus parceiros e familiares no que diz respeito a divisão da responsabilidade dentro do lar, no cuidado com os dos filhos, educação, no apoio à vida profissional, mas a grande maioria ainda está longe desta realidade.

Apesar disso, o grande desafio que se interpõe dentro deste contexto é a preocupação com a preservação e manutenção da saúde mental e emocional, e da qualidade de vida desta mulher que sofre impactos internos e externos que podem se tornar fatores contribuintes para o surgimento de transtornos psicológicos, como a depressão, por exemplo.

Diante desta realidade, é possível encontrar na literatura vários estudos que apontam que a mulher tem maior propensão ao desenvolvimento de transtornos psicológicos quando comparada com o homem.
Dia da Mulher Mas não existem diferenças de gênero quanto aos sintomas, a duração, resposta aos tratamentos e também ao comprometimento das suas funções, quando se trata de Transtorno Depressivo Maior.

Outros fatores contribuem para que a mulher seja o alvo principal do Transtorno Depressivo, além dos que já foram citados mais acima, como por exemplo as próprias características marcantes de seu desenvolvimento: Dia da Mulher

as alterações hormonais que geram a menarca (1ª menstruação),
as transformações físicas evidentes,
a preparação mensal interna do corpo para menstruação,
as mudanças da própria gravidez e do pós-parto,
o climatério e a menopausa,

São alguns dos marcos, além da necessidade e desenvolvimento da maturação psicológica que acompanha todo estes processos ao longo dos seus anos de vida. Dia da Mulher

A mulher é o reflexo da conquista, da garra, da vontade de vencer e de ser reconhecida por tudo isso!

Ela se divide em muitas para conseguir realizar com eficiência todas as suas funções, obedecendo o tempo que não dá trégua, mas que por outro lado e em muitos casos pode demonstrar também o cansaço e o esgotamento físico e emocional diante de tantas exigências impostas.

E em certos momentos e períodos de tempo: Dia da Mulher

o cansaço triplica,
a energia se escorre pelo ralo,
o emocional se abala,
as preocupações de acumulam,
o humor deprime,
a irritação toma lugar,
a desesperança surge em seu cotidiano,
as lágrimas rolam com mais facilidade,
sente-se desinteressada por coisas que antes lhe traziam prazer,
a tal da culpa aparece e só atrapalha ainda mais a situação,
um sentimento de desvalia, de inutilidade e incapacidade se tornam mais intensos.

Esses são alguns dos sintomas que sugerem o Transtorno Depressivo e que merecem toda a atenção e cuidados para que não se agravem e leve a consequências mais trágicas, como o suicídio. Dia da Mulher

Deixe uma resposta

Redes Sociais!

Uma plataforma que conecta psicólogos e pacientes, possibilitando atendimentos online e presenciais.

© PsicoMed Doctor Psi, LLC. All rights reserved.

Fale com o atendimento
Whatsapp
Whatsapp

Olá, visitante

Entre em sua conta

Ainda não tem cadastro? Abra conta grátis

Olá, visitante

Você tem interesse em um
orçamento de consulta

Receba grátis o contato com o valor
personalizado para a sua consulta hoje mesmo!

Form Apoiar

Olá, visitante

Olá, visitante

Editar Perfil

Ver Perfil Profissional, Editar, Inserir fotos

Chats

Mensagens de chats com pacientes

Notificações

Estatísticas de acesso de visitantes

Feed de Notícias

Posts na timeline dos pacientes

Publicar no Blog

Aumente o alcance de seu perfil

Painel Encaminha

Lista de encaminhamentos

Painel Ads

Gerenciamento de anúncios no Google

Plano Premium

Seu perfil em destaque na plataforma

Painel Financeiro

Sua conta Premium

Minha Conta

Gerenciar conta, alterar senha